O que significa o autocolante das frutas?

Frutas

O que significa o autocolante das frutas?

Certamente já compraste bananas e maçãs e notaste que traziam um pequeno autocolante que tiveste de tirar antes de comer a sua fruta. Mas já te perguntaste para que serve e se é ou não comestível?

O código PLU é abreviatura de Price Look-Up  (pesquisa de preço) foi criado para que os vendedores de Frutas, Legumes e Verduras a granel pudessem organizar seus stocks facilitando a venda nas caixas registadoras, separando os produtos por nome, tamanho e informar se é de cultivo normal, orgânico ou geneticamente modificado, para assim aplicar o preço diferenciado, já que a olho nu é difícil identificar.

O código pode ter 4 ou 5 dígitos.

O produto normal, ou seja, cultivado de forma tradicional (com pesticidas e fertilizantes), possui 4 dígitos.

Cada produto tem código diferente.

Por exemplo o código do limão

#4053 Limão grande

#4958 Limão médio

#4033 Limão pequeno
O limão pequeno orgânico tem o código #94033. O limão pequeno geneticamente modificado tem o código #84033.

Estes códigos são usados em todo o mundo desde 1990, por isso mesmo quando compras fruta no estrangeiro podes ter estes códigos em consideração.

Quanto à comestibilidade do autocolante, há normas que garantem que a cola destes autocolantes é digerível e o papel utilizado também é comestível, mas não é recomendável que estejas sempre comer os autocolantes. Desde Junho de 2013 que a União Europeia aprova a utilização da gravação a laser em vez do autocolante na fruta.

Alimentos que são mais sujeitos a tratamentos químicos:

Morango

Maçã

Pêssego

Uvas

Cerejas

Espinafres

Tomate

Pimento

Os que dificilmente têm químicos:

Abacate

Abacaxi

Ervilhas

Cebolas

Espargos

A partir de agora, não há desculpa para não escolher as melhores frutas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário