Carcaças

Carcaça

Carcaça, o pãozinho branco.

Chamei carcaça ao pão que fiz, mas podia chamar de molete, pãozinho, pão bijoux ou até papo seco.

Cá em casa não pode faltar pão e ontem, a chegar à hora do jantar, reparei que não havia.

 

Pensei, “não faz mal, faço num instante!”

E assim, foi.

Fiz na Bimby mas já sabem, é só misturar, não há segredo!

 

Ingredientes:

500 Gr. Farinha (usei sem fermento)

200 Gr. Água

70 Gr. Leite (usei meio gordo)

2 Pacotinhos de Fermento Seco ou 1 Fresco

1 Colher sopa Azeite

1 Colher chá Sal

1 Colher chá Açúcar

 

Preparação:

No copo da Bimby, coloquei a água, o leite, o azeite, o fermento e o açúcar 2 min. 37ºC, vel 2.

Juntei a farinha e o sal e amassei durante 3 min. Vel. Espiga.

Retirei e coloquei numa taça tapada, a levedar durante 45 minutos, num local morno.

Dividi em bolinhas mais ou menos iguais e coloquei num tabuleiro polvilhado de farinha.

carcaça

 

 

 

 

 

 

 

Deixei levedar mais 30 minutos.

Levei os pãezinhos ao forno pré-aquecido a 180ºC. durante 15 minutos (depende do forno e da cor que queremos o pão).

Se for sem bimby, amornar a água e o leite no micro-ondas, juntar o fermento e o açúcar e mexer até dissolver.

Numa tábua grande, colocar a farinha com o sal e fazer um buraco no meio da farinha.

Juntar o azeite e a água com fermento à farinha e amassar muito bem.

Fazer uma bola e colocar numa taça tapada a levedar durante 40 minutos.

Fazer bolinhas iguais e colocar num tabuleiro polvilhado de farinha e deixar levedar mais 30 minutos.

Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 15 minutos (depende do forno e da cor que queremos o pão).

Retirei e comi ainda morninho.

 

 

 

 

 

 

 

Uma delicia!

 

Sobre susanasilva 311 artigos
O Pão Pão Queijo Queijo, foi criado a pedido de amigos, que gostam do que cozinho. Gostam de receitas fáceis, rápidas e deliciosas. Gosto de fazer experiências com todos os produtos e marcas. Faço comparações e sei quais os melhores produtos e mais baratos. Para além de a partir de certa altura na curta vida do blogue, ter necessidade de fazer e inventar receitas sem glúten.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário